quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Programa CurtaDoc homenageia ícones da MPB

Carmen Miranda, Noel Rosa e Bezerra da Silva são os personagens dos documentários do CurtaDoc desta semana. Os três tornaram-se mitos, viveram a Era do Rádio e suas obras ajudam a traduzir a cultura brasileira. O mediador é o jornalista e crítico de música Israel do Vale. Denominado Seres Musicais, o episódio vai ao ar na terça-feira 22 (hoje), às 21 horas, no SESCTV, com transmissão para todo o Brasil.
"Eu acho que a música sempre despertou muito interesse e talvez o curioso seja a gente fazer a leitura do lado inverso. Por que será que a música não teve tanta visibilidade do ponto de vista do audiovisual, do cinema, e tem tido agora?", pergunta-se Israel, que avalia o surto de interesse pelas carreiras de músicos, sobretudo na história recente do cinema brasileiro. "E não são só retratos ou biografias caretas, com abordagem exclusivamente televisivas, mas irreverentes, ousadas".

Em cartaz, Carmen Miranda (1969), de Jorge Ileli, O dia em que o Bambu quebrou no meio (2005), de Arthur Muhlenberg e Pedro Asbeg, e Noel por Noel (1981), de Rogério Sganzerla.

O QUÊ: Programa CurtaDoc
EPISÓDIO 9: Seres Musicais
QUANDO: 22 de dezembro, terça-feira, 21 horas.
REPRISES: quarta (23), à 1h e às 15h; quinta (24), às 9h; sábado (26), às 22h; e domingo (27), às 19h.
ONDE: SESCTV, canal 3 da Sky em todo o Brasil.
Outras operadoras, consulte: www.sesctv.org. br

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Cineclubismo

Evento com apoio da FCC discute editais, direitos autorais e articulação em rede

20/11/2009 - Com o apoio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), a Diretoria de Direitos Intelectuais da Secretaria de Políticas Culturais e a ação Cine Mais Cultura do Programa Mais Cultura, ambas do Ministério da Cultura, promoverão na quinta-feira (26) um encontro para debater a articulação de uma rede de exibições audiovisuais em Santa Catarina, a partir dos cines, cineclubes, pontos de cultura, etc. Na ocasião serão esclarecidos pontos do edital Cine Mais Cultura, lançado na véspera, durante a II Conferência Estadual de Cultura, assim como será discutida a questão dos direitos autorais em consonância com o cineclubismo. O encontro acontecerá na Sala Multimídia do Museu da Imagem e do Som, no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis (Av. Gov. Irineu Bornhausen, nº 5600 - Agronômica). www.fcc.sc.gov.br

Programação:
9h-10h - A Articulação em Rede das Exibições Audiovisuais

Palestra com debate - Rodrigo Bouillet - Coordenador de Rede da ação Cine Mais Cultura / Programa Mais Cultura / Ministério da Cultura.

A proposta do encontro é discutir o trabalho em rede que pode ser construído integrando as diversas iniciativas que trabalham ou desejam trabalhar com a exibição audiovisual, ou seja, a promoção da articulação entre as diversas iniciativas no país: Cines, cineclubes, pontos de cultura, dentre outros. A ocasião pretende promover a troca de informações e soluções criativas para melhores exibições e relacionamento com o público; estimular o surgimento de parcerias; e incentivar a formação de redes estaduais de intercâmbio e organização.

10h-11h - Direitos Autorais e Cineclubismo

Palestra com debate - Rafael Pereira Oliveira - Coordenador-Geral de Difusão de Direitos Autorais e de Acesso à Cultura da Diretoria de Direitos Intelectuais / Secretaria de Políticas Culturais / Ministério da Cultura.

Desde 2007 o Ministério da Cultura vem promovendo o Fórum Nacional de Direito Autoral, que consiste numa série de debates e reuniões setoriais com o objetivo de discutir os sistemas legal e institucional do direito autoral no Brasil. Entre os focos desta discussão está a busca de equilíbrio entre os direitos dos autores de terem suas obras protegidas e os direitos dos membros da sociedade de terem acesso ao conhecimento e à cultura. Neste debate insere-se a questão dos cineclubes, espaços de exibição audiovisual sem finalidade comercial que têm como objetivos a formação de público e o fomento ao debate cultural.

11h-12h - Edital Cine Mais Cultura

Palestra - Frederico Cardoso - Coordenador Executivo da ação Cine Mais Cultura / Programa Mais Cultura / Ministério da Cultura.
O objetivo é esclarecer as dúvidas sobre o edital e oferecer orientações para todos os interessados na atividade de difusão de audiovisual, entre eles Pontos de Cultura, representantes de escolas municipais, estaduais, gestores e produtores culturais, além de realizadores e cineclubistas. Estão abertos o Edital Nacional Cine Mais Cultura para Municípios com até 20 mil habitantes (150 propostas) e o Edital Cine Mais Cultura para Entidades Sem Fins Lucrativos de Santa Catarina (55 propostas). Para conhecer os editais em aberto e os períodos para inscrição veja http://www.cinemaiscultura.org.br/inscricoes_abertas.html/

Fonte:
Fundação Catarinense de Cultura (FCC)
Fone: (48) 3953-2383 / 8843-8378
Email: imprensa@fcc.sc.gov.br
Site: www.fcc.sc.gov.br Twitter: http://twitter.com/CulturaSC


Atenciosamente,

Rozane Maria Dalsasso

Chefe da Representação Regional Sul do MinC

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

42º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

A coordenação da 42ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro divulgou esta semana a relação das produções selecionadas para a mostra. Ao todo, 366 filmes foram inscritos, sendo 52 de Brasília. Considerado um dos mais importantes do país, o Festival acontecerá entre os dias 17 e 24 de novembro.



MOSTRA COMPETITIVA 35MM
1. A Falta que me Faz, de Marília Rocha, 80min, MG
2. É Proibido Fumar, de Anna Muylaert, 86min, SP
3. Filhos de João, Admirável Mundo Novo Baiano, de Henrique Dantas, 75min, BA
4. O Homem Mau Dorme Bem, de Geraldo Moraes, 90min, DF
5. Perdão Mister Fiel, de Jorge Oliveira, 95min, DF6. Quebradeiras, de Evaldo Mocarzel, 71min, SP

Curtas 35mm Selecionados
1. A Noite por Testemunha, de Bruno Torres, 24min50, DF
2. Água Viva, de Raul Maciel,14min, RJ
3. Amigos Bizzaros do Ricardinho, de Augusto Canani, 20min, RS
4. Ave Maria ou Mãe dos Sertanejos, de Camilo Cavalcante, 12min, PE
5. Azul, de Eric Laurence, 19min, PE
6. Bailão, de Marcelo Caetano, 16min, SP
7. Carreto, de Marilia Hughes e Claudio Marques, 12min, BA
8. Dias de Greve, de Adirley Queirós, 24min, DF
9. Faço de mim o que quero, de Sergio Oliveira e Petronio Lorena, 20min, PE
10. Homem-Bomba, de Tarcísio Lara Puiati, 13min, RJ
11. Recife Frio, de Kleber Mendonça Filho, 23min, PE
12. Verdadeiro ou Falso, de Jimi Figueiredo, 14min, DF

Mostra Competitiva Digital
1. A Última Quinta, de Fernando Arze, 14min40, RJ
2. Apreço, de Gabriel Trajano, 18min, BA
3. Cerol, de Bruno Mello Castanho, 17min30, SP
4. De muro a muro, de Marina Watanabe e Rebeca Damian, 20min, DF
5. Dois Mundos, de Thereza Jessouroun, 19min, RJ
6. Dois Pra Lá, Dois Pra Cá, de Marcela Bertoletti, 19min , RJ
7. Ensaio de Cinema, de Allan Ribeiro, 16min, RJ
8. Inexorável, de Juliano Coacci Silva, 3min, DF
9. Lembrança, de Mauricio Osaki, 17min, SP
10. Mas na verdade uma história só, de Francisco Craesmeyer, 12min, DF
11. O canalha, de Latege Romro Filho e Rodrigo Luiz Martins, 13min, DF
12. Obra Prima, de Andréa Midori Simão e Thiago Faelli, 20min, SP
13. Os Pais, de Lello Kosby, 20min, DF
14. Quase de Verdade, de Jimi Figueiredo, 13min, DF
15. Roteiro para minha morte, de Pablo Gonçalo, 15min, DF
16. Sala de Montagem, de Umberto Martins, 3min, SP
17. Santa Bárbara do Oeste, de Tato Carvalho, 7min, SP
18. Vladimir Palmeira – A História Sem Mitos, de Roberto Reis Stefanelli, 20min, DF

COCO CHANEL



Ela mudou a maneira feminina de se vestir. A vida de Gabrielle Bonheur Chanel, antes de se tornar a famosa e poderosa estilista Coco Chanel, estréia hoje nos cinemas. Interpretada por Audrey Tautou, revelada em O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (2001), Coco Antes de Chanel, revela a trajetória da fabulosa criadora de moda.
Com a direção de Anne Fontaine (Uma Nova Chance), o longa filmado em Paris tem como base o livro A Era Chanel, de Edmonde Charles-Roux (tradução de Paulo Neves). O livro retrata os anos mais difíceis do início da vida de Chanel, mostra que a ambição dessa mulher sensível supera à intensidade de provações pelas quais passou que também contribuiu para abrir-lhe as portas da alta sociedade francesa e mundial.
Da infância pobre no orfanato aos salões da alta burguesia francesa, o filme detalha como a mulher apaixonada pelo discreto charme do guarda-roupa masculino construiu seu reinado, com a ajuda dos homens certos e com um talento para os negócios de fazer inveja a muitos deles.
A supervisão das recriações de figurinos, assinados por Catherine Leterries ficou a cargo de ninguém menos que Karl Lagerfeld, diretor artístico da Maison Chanel. O ambiente do início do século XX é também o ponto alto do filme, com fotografia de Christophe Beaucarne e com desenho de produção por Olivier Radot. A trilha tem assinatura do já indicado ao Oscar Alexandre Deplat (de A Rainha e O Curioso Caso de Benjamin Button).

Do Começo Ao Fim escolhido

O filme Do Começo Ao Fim escolhido, já está em cartaz em algumas salas de cinema de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Salvador o filme “Do começo ao fim”, do diretor Aluízio Abranches – As três Marias (2002) e Um copo de cólera (1999) – que apresenta uma relação de amor entre dois irmãos. Se a intenção do diretor for quebrar um grande tabu ou causar impacto, certamente este filme vai alcançar seu objetivo. No longa, o ator mirim Gabriel Kaufmann, de 07 anos interpreta Thomas, que mantêm uma relação de afeto por seu irmão Francisco (Lucas Cotrin).



Na fase adulta, os dois descobrem que, mais do que carinho entre dois irmãos, o que eles sentem é amor. Amor entre dois homens. Quem faz a fase adulta dos personagens são os atores Rafael Cardoso (Thomas) e João Gabriel Vasconcellos (Francisco). O filme é o primeiro da produtora Pequena Central, de Marco Nanini e Fernando Libonati. Também traz no elenco os atores Fábio Assunção e Louise Cardoso. As gravações foram realizadas em Buenos Aires e no Rio de Janeiro e concluídas em setembro. A escolha do cartaz oficial do filme foi realizada de forma democrática pelos fãs através de votação por email.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

I Festival Cine Cultura Viva



O I Festival Cine Cultura Viva será realizado de 09 a 13 de dezembro de 2009, na cidade de Brasília - DF, com os objetivos de incentivar a produção de ficção de curta metragem em formato digital, gerar maior visibilidade às realizações dos Pontos de Cultura e integrar outros produtores independentes, que ainda não estão conectados, à rede Cultura Viva. As inscrições podem ser realizadas entre os dias 15 de outubro e 15 de novembro.

A Mostra Competitiva do Cine Cultura Viva receberá exclusivamente ficções de curta metragem, em formato digital, com duração de 5 a 26 minutos, finalizadas a partir de 2007. Serão aceitas também inscrições de animações que, nesta primeira edição, integrarão uma Mostra Especial, não competitiva. Serão selecionados 20 curtas para a Mostra Competitiva, cujos representantes terão todas as despesas pagas (transporte, hospedagem e alimentação) para participar nos 05 dias de realização do evento.

Além disso, o Festival concederá 07 troféus para as categorias: Melhor Filme; Melhor Direção; Melhor Roteiro; Melhor Edição; Melhor Trilha Original; Melhor Ator; e Melhor Atriz. Não haverá premiação em dinheiro.

Mais informações pelo site do Cine Cultura Viva

Ricardo Steil, escritor e poeta itajaiense, compartilhou seu livro PURVIANCE: Impressões Cinematográficas



Ricardo Steil, escritor e poeta itajaiense, compartilhou seu livro PURVIANCE: Impressões Cinematográficas

O livro - uma parceria junto ao Clube de Autores - é a reunião de seus melhores artigos escritos sobre cinema, escolhidos pelos leitores dos sites, do qual, o escritor é colaborador.

"Há algum tempo, vinha pensando na possibilidade de reunir todos os meus artigos sobre cinema clássico em um livro. Os leitores volte e meia tocavam no assunto via e-mail ou twitter, cobravam: 'ah Ricardo, deverias lançar este artigo em livro', coisas do tipo. Contudo, estava um tanto receoso, afinal, o mesmo poderia de certa forma atrapalhar o lançamento de Sobre O Amor e Outras Histórias (nota: Sobre O Amor e Outras Histórias é o livro de poesias do autor pela BR Letras do Rio de Janeiro). O livro estava programado para ter o lançamento em julho, mas, por motivos de força maior, seu lançamento acabou sendo adiando para setembro próximo. Surgiu então, esta oportunidade ofertada pelo Clube de Autores. Conversei com alguns amigos e leitores. Todos me apoiaram: 'ora, por que não, são trabalhos distintos'. Sendo assim, revisei os artigos, ao qual, considero mais importantes junto ao meu trabalho com o blog Purviance, Chaplin, Cinema e Solidão - que dá título ao livro (nota: Purviance é o sobrenome a atriz do cinema-mudo Edna Purviance, principal estrela dos filmes de Charles Chaplin) e o site Cinemaclássico - o maior do Brasil especializado em Cinemaclássico, e, aqueles que mais agradaram os leitores nestes anos" - explica o autor.

Ricardo Steil, nasceu em Itajaí/SC em 02 de julho de 1978. É conhecido nacionalmente, por suas participações em antologias e concursos nacionais - destacando seus trabalhos junto a Scortecci Editora e CBJE/BR Letras -, além de ser o fundador e idealizador de uma nova vertente literária, ao qual, denominou sendo: Escola Psicológica - tendo seu lançamento oficial sido feito no dia 13 de agosto de 2007 com a publicação do fragmento do romance Pequeno Mosaico das Neuroses do Homem Contemporâneo na antologia Uma História No Seu Tempo (Editora Scortecci). No ano seguinte, pela mesma editora, é publicado o conto: Chá Para Dois - primeiro conto reconhecido como sendo parte desta nova vertente literária.

Purviance: Impressões literárias está sendo comercializado no site: http://clubedeautores.com.br/.

Outros títulos do autor:

— Uma História No Seu Tempo (2007) — Scortecci Editora. Antologia publicada em comemoração aos 25 anos da editora.

— Contos Fantásticos Volume 11 (2008) — CBJE/BR Letras.

— Elo de Palavras (2008) — Scortecci Editora. Antologia lançada especialmente para 20ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

— Contos Fantásticos Volume 18 (2008) — CBJE/BR Letras.

— Os Mais Belos Poemas de Amor (Edição 2009) — CBJE/BR Letras.

— Livro de Ouro da Poesia Brasileira Contemporânea (Edição 2009) — CBJE/BR Letras.

— Sobre O Amor e Outras Histórias (2009) — CBJE/BR Letras (Lançamento previsto para setembro de 2009).


Fale com o autor: ricardosteil@gmail.com

http://twitter.com/ricardosteil

http://ricardosteil.blogspot.com/

Entrevista com o autor: http://www.camarabrasileira.com/entrevista354.htm

Cláudia Regina Telles

Oficinas gratuitas no 11º Catavídeo:



Oficinas gratuitas no 11º Catavídeo:

Atenção! Alterada a data de início da oficina de "Produção de ocumentário"

Em 2009 a principal janela de exibição do audiovisual independente de Santa Catarina chega a sua décima primeira edição. Ao longo dessa jornada passaram pela mostra aproximadamente 800 obras produzidas em Santa Catarina ou por catarinenses.

O evento acontecerá entre os dias 16 e 21 de novembro no Teatro do SESC Prainha, em Florianópolis. Realizado pela Associação Cultural Alquimídia e Fundo Municipal de Cinema de Florianópolis (FUNCINE), em parceria com o SESC-SC, o Catavídeo está com as inscrições para as seguintes oficinas gratuitas abertas:


Animação com Sombra Chinesa

Ministrantes: Paty Lopes e Fernanda Fraiz

Data: 14 e 15 de Novembro de 2009.

Horário: 09h às 12h e das 14h às 17h.

Local: MIS – Sala de Multimídia (CIC)

Público alvo: crianças de 07 a 12 anos

Vagas: 15 alunos

Ementa: Introdução à Animação e a técnica de Sombra Chinesa, criação e desenvolvimento de idéias e produção artística por recorte, criação de um vídeo de até um minuto de animação, integrando os vídeos dos grupos que compõem a oficina.


Produção de Documentário

Ministrantes: Pedro MC

Datas: 14 a 19 de Novembro

Horário: 13h às 17h.

Local: Cinemateca Catarinense (Teatro Armação)

Público alvo: adultos e/ou adolescentes interessados em cinema.

Vagas: 15 alunos

Ementa: Cada aluno participante poderá intervir nas cenas de direção coletiva, na forma de produzir, filmar, ensaiar, dentro do tema proposto. A idéia é colocar em prática a problemática das fronteiras entre o documentário e a ficção, com a colaboração criativa de todos alunos.


Animação com recortes

Ministrante: Henrique Pereira Oliveira

Data: 16 a 20 de Novembro de 2009.

Horário: 08h às 12h

Local: Teatro SESC Prainha

Público alvo: adultos e/ou adolescentes interessados em cinema. Trazer câmera fotográfica digital

Vagas: 10 alunos

Ementa: O exercício de criar uma história e narrá-la através de uma sequência de planos, com pequenos movimentos em cada plano e sem falas, explorando as possibilidades de expressivas da animação.


O Corpo e a Câmera

Ministrante: Sara Ferreira

Data: 16 a 19 de Novembro de 2009.

Horário: 09h às 12h.

Local: SESC Prainha (sala de dança)

Público alvo: adultos e/ou adolescentes interessados em cinema.

Vagas: 15 alunos

Ementa: Exercícios práticos que colocam em jogo a câmera filmadora e o corpo em movimento. O corpo do participante é convidado a interagir com o corpo da câmera. Busca-se uma sensibilização sobre o espaço observando ato de ver e uma possível relação com o recorte de um olhar que a câmera executa.

Outras informações:

www.catavídeo.org

FUNCINE - Fundo Municipal de Cinema de Florianópolis. Forte Santa Bárbara, Centro, CEP: 88010-410, Florianópolis / SC

Expediente: 13h30min às 18h (de segunda a sexta-feira)

Fone: (48) 3224-6591 / (48) 9989-4215

E-mail: catavideo@alquimidi a.org

sábado, 31 de outubro de 2009

MOSTRA DE CINEMA em Itajaí

Período: 03 – 10/11/2009

Local: NEFA – Núcleo Experimental de Formas Animadas

Horário: 20h



O cinema francês percorre o Brasil

Como parte das comemorações do Ano da França no Brasil, o SESC e a Embaixada francesa realizam, em parceria, a Mostra do Cinema Francês Contemporâneo. Oito filmes franceses, produzidos entre 2000 e 2007. O objetivo da mostra é proporcionar o acesso a essas obras e o diálogo entre artistas, intelectuais e o público em geral.

PROGRAMAÇÃO:
3 de novembro (terça-feira):
20h – Povoado number one (Bled Number One, 2006), de Rabah Ameur Zaïmeche, drama, duração 100’.

4 de novembro (quarta-feira):
20h – O Último dos Loucos (Le dernier des fous, 2006), de Laurent Achard, drama, duração 96’.

5 de novembro (quinta-feira):
20h – A Esquiva (L'esquive, 2003), de Abdellatif Kechiche, comédia dramática, 117’.
6 de novembro (sexta-feira):
20h – Assassinas (Meurtrières, 2005), de Patrice Grandperret, drama, 97’.

7 de novembro (sábado):
20h – A França (La France, 2007), de Serze Bozon, drama, duração 102’.

8 de novembro (domingo):
20h – Até já (A tout de suíte, 2004), de Benoit Jacquot, drama, duração 95’.

9 de novembro (segunda-feira):
20h – Tudo Perdoado (Tout est pardonné, 2007), de Mia Hansen-Løve, drama, duração 95’.

10 de novembro (terça-feira):
20h – De volta à Normandia (Retour en Normandie, 2006), de Nicolas Philibert, documentário, duração 113’.

Setor de Cultura e Turismo Social
SESC-Itajaí-SC
Fone: (47)3349-4096 / 9946-3388

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Ontem Dia Internacional da Animação...



E como o nome da linguagem sugere, a animação, o dia de ontem foi especial para os que arriscaram sair de casa e dar uma espiada na programação da mostra.



A tarde com as crianças se divertindo e viajando pelo universo da criação e da imaginação destes profissionais do cinema, desenho, computação gráfica, roteiristas, poetas/ artesãos/artistas da imagem.



A noite estive foi a vez dos adultos, poderem se divertir, refletir com 1 hora com os curtas de animação da mostra de filmes brasileiros e em seguida com os filmes internacionais que participam da mostra.



Quero pessoalmente agradecer a pessoa de Paulo Henrique de Moura, que pelo segundo ano empreende esta tarefa e nos oferece com a oportunidade de conhecer um cadinho mais do que se anda produzindo de Animação.



Confira nas postagens anteriores outras informações sobre o Dia Internacional da Animação...
Cláudia Regina Telles

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Itajaí recebe o Dia Internacional da Animação 28 de outubro de 2009 na Biblioteca Central da UNIVALI



Dia 28 de outubro é o Dia Internacional da Animação.
Mostra de curtas-metragens nacionais e internacionais.

Em 28 de outubro de 1892 Émile Reynaud realizou a primeira projeção do seu teatro óptico no Museu Grevin, em Paris. Essa projeção foi à primeira exibição pública de imagens animadas (desenhos animados) do mundo. Foi para comemorar esta data que a Associação Internacional do Filme de Animação (ASIFA) lançou o Dia Internacional da Animação, contando com o apoio de diferentes grupos internacionais filiados. Em Itajaí, o DIA acontecerá na Biblioteca Central Comunitária da Univali, às 19h30. A Mostra Infantil acontecerá no mesmo local às 16 horas. O evento tem o apoio da Universidade do Vale do Itajaí através da Biblioteca Central Comunitária e da Visual Company. A entrada é gratuita.
A edição brasileira do Dia Internacional da Animação é realizada pela Associação Brasileira do Cinema de Animação - ABCA (www.abca.org.br). A ABCA acredita no desenvolvimento de uma nova economia forte e estável com a atividade da animação brasileira em escala industrial a exemplo do que ocorre no mercado internacional, que movimenta milhares de empregos diretos e indiretos. Todo tipo de ação institucional que valorize esta mobilização é fundamental para a adequação do cenário brasileiro para esta concretização. Cinco focos básicos regem a instituição - pesquisa, fomento, formação profissional, difusão e distribuição. Hoje a ABCA conta com aproximadamente 290 associados em todas as regiões do país, está em sua quarta gestão e se mobiliza em todo Brasil para realização deste evento que conta com a participação de associados, animadores e interessados na área.
O evento que tem entrada franca e é sem fins lucrativos, vai para a sua sexta edição, conquistando, a cada ano, maior visibilidade e parceiros em diversos municípios brasileiros. A mostra oficial de curtas-metragens de animação é realizada no dia 28 de outubro às 19h30 simultaneamente em todas as cidades participantes. Na primeira edição em 2004 o evento foi realizado em São Paulo, já no segundo ano do evento em cinco capitais brasileiras, em 2006 em 19 cidades, em 2007 em 50 cidades, já em 2008 o evento alcançou 150 cidades contando com a participação de todos os 26 estados brasileiros e distrito federal sendo o maior evento simultâneo do gênero a ser realizado no Brasil: veja fotos e a programação de todos os anos no site www.diadanimacao.com.br. A mostra oficial de curtas-metragens brasileiros também é enviada para os 51 países da ASIFA fazendo parte da programação do evento no mundo. Em 2009 o evento acontecerá em mais de 300 cidades brasileiras.
A organização do evento contará novamente com o apoio na divulgação da Globo Filmes, TV Rá-Tim-Bum, TV Brasil, TV Cultura, Canal Futura, Espaço Z, Rain, Movie Mobz, Sesc TV, MTV, HSBC Belas Artes, Cinemateca Brasileira, Cine Brasil TV, o apoio do CTAV – Centro Técnico do Audiovisual do Conselho Nacional de Cineclubes, Fórum dos Festivais. Patrocínio do Fundo Nacional de Cultura da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura e da Petrobrás através do Programa Petrobrás Cultural com incentivo da Lei Rouanet, no Estado de São Paulo o DIA tem o patrocínio do ProAC 08 – Concurso de Apoio a Projetos de Festivais de Arte do Estado de São Paulo, e com a parceria da ASIFA para que a mostra brasileira também esteja presente na comemoração de diversos países no mundo.

Para mais fotos em alta resolução dos filmes acesse o link abaixo:
http://www.abca.org.br/dia/index.php?option=com_content&view=article&id=791&Itemid=376

CONTATOS:

Paulo Henrique de Moura
Coordenador do Dia Internacional da Animação em Itajaí
Jornalista - DRT SC 03432 JP
Telefone: (47) 9605 1426
Email: paulohmoura@gmail.com
msn: msndopaulohenrique@hotmail.com
skype: paulohdemoura

Luciana Druzina
Diretora de Eventos ABCA - Associação Brasileira de Cinema de Animação
Coordenadora Nacional do D.I.A. - Dia Internacional da Animação
55 51 84119771 / 21 81856951 / 11 84005177
55 51 92924002
super8prod@yahoo.com.br
www.abca.org.br
www.diadanimacao.com.br

Trailer do curta-metragem “semivida.” está no ar



O primeiro trailer do curta-metragem “semivida.”, do diretor Diego Lara, já está disponível na internet pelo endereço: http://www.youtube.com/watch?v=963ymS1Ydr0

O filme é o primeiro trabalho da Tac Produções, de Itajaí, na área de ficção. O projeto é apoiado pela Lei Municipal de Incentivo a Cultura, com patrocínio do Porto de Itajaí. O lançamento do curta-metragem, de cerca de 15 minutos de duração, será realizado em novembro. As gravações ocorreram no mês de agosto, em locações em Itajaí e Navegantes.

De acordo com o diretor, “semivida.” mostra o fim de uma relação sob uma ótica fantástica. Passeando em uma rua deserta, o casal Sandro e Mara caminha para o fim – de suas vidas e do relacionamento. Os personagens principais são interpretados pelos atores Daniel Costa de Souza e Bruna Machado.

Sandro é um roteirista de documentários. Mara é escritora de pequenos romances e contos. Eles dividem uma vida, sonhos, anseios e planejam um futuro brilhante. Tudo parece normal, até que um deles confessa que o outro não passa de um mero personagem em um roteiro esquecido.

Perdido entre a realidade e a ficção, “semivida.” passeia entre o amor e a perda de forma suave, brilhante e simples. Com um roteiro contundente de Diego Lara, utilizando os antigos modelos de amor e paixão, estes personagens são o reflexo de uma sociedade onde cada vez mais o isolamento e a solidão moldam as pessoas.

Mais informações:
(47) 3249 0931
(47) 9958 2048

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Documentário Espírito de Porco




No blog do documentário Espírito de Porco é possível receber o ingresso virtual para uma das três sessões gratuítas do filme na Fundação Cultural Badesc. Não é necessário imprimir o bilhete. Haverá uma lista com os nomes dos espectadores para acesso à sala de exibição.



Sessões: Dias 22 (quinta) e 23 (sexta), às 19 horas, e dia 24 (sábado), às 17 horas.

http://espiritodeporco2009.blogspot.com

1 ano de Cinema, Chá e Cultura



40 anos deWoodstock - 30 anos do Filme Hair

1 ano de Cinema, Chá e Cultura


Em 1979, Milos Forman (diretor) e Michael Weller (roteirista) levaram ao cinema a peça Hair, cujo tema era a vida de um grupo de hippies no contexto da guerra do Vietnã. A peça havia estreado off-Broadway em 1967, com textos e canções escritas por James Rado e Gerome Ragni, e música de Galt MacDermott e ganhou o Grammy em 1969 por sua trilha sonora, tornando-se um dos ícones da contracultura e revolução sexual, tendo cerca de 1750 apresentações nos EUA e 1997 na Inglaterra em suas temporadas. Em 2005 a peça foi encenada em Londres no contexto da Guerra do Golfo, e 2009 foi levada à Broadway, recebendo o Tony Award e o Drama Desk Award. Independentemente das críticas favoráveis ao filme (indicações ao Globo de Ouro e Cesar e premiação no David de Donatello) e desfavoráveis (os autores da peça ainda esperam que ela seja levada para o cinema de maneira mais “fiel”), ele fez tanto sucesso (e sofreu tanta censura) quanto a peça e é obra importante que merece ser (re)vista.
Neste encontro especial de 16 de outubro, sexta-feira, às 18 horas, a convidada é Margarida Baird, atriz que atuou em várias produções brasileiras nos anos sessenta e setenta, fazendo parte da história da dramaturgia brasileira no Teatro Oficina, Teatro de Arena, Teatro Opinião e Ópera do Malandro, inclusive. Margarida lecionou na Universidade do Estado de Santa Catarina e também no SESI/SC e recebeu o prêmio de melhor atriz do 1o Festival Nacional de Teatro Isnard Azevedo. Em 1983, por sua atuação no Rio de Janeiro, foi indicada como melhor atriz ao Prêmio Mambembe. Dedicando-se hoje em Florianópolis, entre outras atividades ligadas às artes cênicas e plásticas, à narrativa de histórias, esta carioca “de gestos refinados e fala macia” foi fundadora do Teatro Sim.... Por que Não?!, companhia premiada e reconhecida nos âmbitos nacional e estadual.
Promovido pela Fundação Cultural BADESC e pela Cultura Inglesa de Florianópolis, Cinema, Chá & Cultura completa um ano. É um projeto dedicado à exibição de filmes relativos a obras literárias da tradição anglófona. Para os idealizadores, Professores Dra Anelise R. Corseuil (UFSC), Dra Brígida de Miranda (UDESC), Ms. Leon de Paula (UDESC) e Dra. Maria Cecília de M. N. Coelho (USP), os encontros são uma oportunidade de exibir filmes variados e promover a discussão sobre literatura (principalmente a dramática) e cinema. A atividade, gratuita, começa com uma apresentação, durante a qual os participantes poderão se servir de chá, feito ao modo inglês, e oferecido pela Cultura Inglesa de Florianópolis. Em seguida ocorre a exibição do filme, legendado, em formato DVD.

SERVIÇO
Fundação BADESC: R. Visconde de Ouro Preto, 216 – Florianópolis – 3224-8846 fundacaocultural@badesc.gov.br
Cultura Inglesa: R. Rafael Bandeira, 335 - Florianópolis – 3224-2696 recepcaofln@culturainglesa-sc.com.br

Edital Nós na Tela

Inscrições até 3 de novembro

O Programa Nós na Tela é um concurso de apoio à produção de obras audiovisuais de curta metragem, voltado a jovens das classes C, D e E, entre 17 e 29 anos, envolvidos em projetos sociais.
Para participar é simples. Basta ter entre 17 e 29 anos, ter tido ou ainda ter envolvimento com projetos sociais e ter cursado ou ainda estar cursando um curso de formação audiovisual ligado ao projeto. O conteúdo dos curtas metragens pode ser em forma de documentário ou telerreportagem e o tema - “Cultura e Transformação Social” - permite que os jovens possam mostrar as várias expressões de sua realidade. As inscrições ocorrem no período de 16 de setembro a 03 de novembro.



O MinC vai investir um total de R$ 600 mil para premiar 20 projetos selecionados. Portanto, cada diretor e/ou roteirista que tiver seu projeto aprovado poderá contar com um orçamento de até R$ 30 mil. Originalidade, criatividade artística e adequação ao tema “Cultura e Transformação Social” serão alguns dos critérios que vão definir a escolha dos projetos.
A Comissão de Seleção, composta por cinco especialistas na atividade audiovisual, será designada pela SAv, SAI e ABCCom. A partir do dia 14 de dezembro de 2009, será divulgada a lista dos 20 projetos selecionados e dos 10 suplentes.
Para fortalecer a política de descentralização regional, serão contemplados na lista inicial de aprovados, no mínimo, dois projetos de, pelo menos, quatro macrorregiões do país.



Acesse aqui o Edital Nós na Tela
Mais informações:
Telefone: (11) 5084-3252
nosnatela@cinemateca.org.br
www.culturadigital.br/nosnatela
(Jane de Alencar, Ascom SAv/MinC)
• Publicado por Geisa - Observatório dos Editais
• Categoria(s): INSCRIÇÕES ABERTAS, Inscrições Abertas
• Tags: Audiovisual, Cultura na Juventude, Editais e Premiações, jovens, nós na tela

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Tela Verde no Mercado Público de Itajaí



Sala Verde da Univali em parceria com Café Cultura promovem o Circuito Tela Verde , no Mercado Público de Itajaí, com exibições de curtas metragens todas quartas feiras do mês de outubro às 21 hrs.



O Circuito Tela Verde é uma mostra de produções audiovisuais nacionais e regionais com temática socioambiental e tem parceria do Ministério do Meio ambiente e Ministério da Cultura .

Para essa segunda edição foram selecionados vídeos que abordam as seguintes temáticas: Manguezais e sua importância na manutenção da vida, O que é meio ambiente , Vida de pescador e Comunidades : Aqui é onde moro, aqui é onde vivemos.

Datas: 07, 14, 21, 28 de outubro

Local: Café Cultura – Mercado Público Municipal de Itajaí

Acesso gratuito.

Para conferir a programação completa consulte:

www.univali/biblioteca (acesse o portal sala verde)

Maiores informações com Isadora Odebrecht pelo fone: (047) 96116779 ou email: isadoraodebrecht@hotmail.com

Dia Internacional da Animação



Dia 28 de outubro é o Dia Internacional da Animação.
Mostra de curtas-metragens nacionais e internacionais.

Em 28 de outubro de 1892 Émile Reynaud realizou a primeira projeção do seu teatro óptico no Museu Grevin, em Paris. Essa projeção foi à primeira exibição pública de imagens animadas (desenhos animados) do mundo. Foi para comemorar esta data que a Associação Internacional do Filme de Animação (ASIFA) lançou o Dia Internacional da Animação, contando com o apoio de diferentes grupos internacionais filiados.



A edição brasileira do Dia Internacional da Animação é realizada pela Associação Brasileira do Cinema de Animação - ABCA (www.abca.org.br). A ABCA acredita no desenvolvimento de uma nova economia forte e estável com a atividade da animação brasileira em escala industrial a exemplo do que ocorre no mercado internacional, que movimenta milhares de empregos diretos e indiretos. Todo tipo de ação institucional que valorize esta mobilização é fundamental para a adequação do cenário brasileiro para esta concretização. Cinco focos básicos regem a instituição - pesquisa, fomento, formação profissional, difusão e distribuição. Hoje a ABCA conta com aproximadamente 290 associados em todas as regiões do país, está em sua quarta gestão e se mobiliza em todo Brasil para realização deste evento que conta com a participação de associados, animadores e interessados na área.



O evento que tem entrada franca e é sem fins lucrativos, vai para a sua sexta edição, conquistando, a cada ano, maior visibilidade e parceiros em diversos municípios brasileiros. A mostra oficial de curtas-metragens de animação é realizada no dia 28 de outubro às 19h30 simultaneamente em todas as cidades participantes. Na primeira edição em 2004 o evento foi realizado em São Paulo, já no segundo ano do evento em cinco capitais brasileiras, em 2006 em 19 cidades, em 2007 em 50 cidades, já em 2008 o evento alcançou 150 cidades contando com a participação de todos os 26 estados brasileiros e distrito federal sendo o maior evento simultâneo do gênero a ser realizado no Brasil: veja fotos e a programação de todos os anos no site www.diadanimacao.com.br. A mostra oficial de curtas-metragens brasileiros também é enviada para os 51 países da ASIFA fazendo parte da programação do evento no mundo. Em 2009 o evento acontecerá em mais de 300 cidades brasileiras.




A organização do evento contará novamente com o apoio na divulgação da Globo Filmes, TV Rá-Tim-Bum, TV Brasil, TV Cultura, Canal Futura, Espaço Z, Rain, Movie Mobz, Sesc TV, MTV, HSBC Belas Artes, Cinemateca Brasileira, Cine Brasil TV, o apoio do CTAV – Centro Técnico do Audiovisual do Conselho Nacional de Cineclubes, Fórum dos Festivais. Patrocínio do Fundo Nacional de Cultura da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura e da Petrobrás através do Programa Petrobrás Cultural com incentivo da Lei Rouanet, no Estado de São Paulo o DIA tem o patrocínio do ProAC 08 – Concurso de Apoio a Projetos de Festivais de Arte do Estado de São Paulo, e com a parceria da ASIFA para que a mostra brasileira também esteja presente na comemoração de diversos países no mundo.

Para mais fotos em alta resolução dos filmes acesse o link abaixo:
http://www.abca.org.br/dia/index.php?option=com_content&view=article&id=791&Itemid=376

CONTATOS:

Paulo Henrique de Moura
Coordenador do Dia Internacional da Animação em Itajaí
Jornalista - DRT SC 03432 JP
Telefone: (47) 9605 1426
Email: paulohmoura@gmail.com
msn: msndopaulohenrique@hotmail.com
skype: paulohdemoura

Luciana Druzina
Diretora de Eventos ABCA - Associação Brasileira de Cinema de Animação
Coordenadora Nacional do D.I.A. - Dia Internacional da Animação
55 51 84119771 / 21 81856951 / 11 84005177
55 51 92924002
super8prod@yahoo.com.br
www.abca.org.br
www.diadanimacao.com.br

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Cinema e Direitos Humanos


Cena do filme 'Unidad 25' (Divulgação)

Cinema e Direitos Humanos
por Rafael Machtura, redação ONNE

--------------------------------------------------------------------------------

Festival chega a 4° edição com exibições de 10 países em 16 capitais do Brasil


Cena do filme 'Unidad 25' (Divulgação)



Outubro e novembro serão meses efervescentes para dezesseis capitais brasileiras. Entre 5 de outubro e 10 de novembro ocorre a 4° Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul, com 39 produções de dez países sul-americanos; todas elas exibidas gratuitamente.


São Paulo, Rio de Janeiro, Natal, Belo Horizonte, Teresina, Manaus, Fortaleza, Rio Branco, Belém, Maceió, Brasília, Recife, Curitiba, Goiânia e Salvador receberão, entre longas e curtas-metragens, ficções e documentários, filmes que abordam questões referentes aos direitos humanos. Entre os temas, são abordados os direitos da criança e do adolescente, da população afrodescendente, dos homossexuais, da população carcerária, dos deficientes físicos, da diversidade religiosa, dos migrantes, entre outros.




Garapa, de José Padilha (Divulgação)

Entre os destaques da mostra estão "Histórias de Direitos Humanos" do argentino Pablo Trapero, que divide o longa em 22 episódios de três minutos sobre o assunto; o também argentino "Unidad 25", que abre o festival em São Paulo, que conta sobre uma igreja mantém centenas de fiéis "aprisionados" a devoção do Evangelho; e o documentário brasileiro "Esse Homem Vai Morrer: Um Faroeste Caboclo", que revela como um sonho que atraiu diversos brasileiros para Rio Maria, no Pará, acabou um com a vida de quatorze deles.


O evento ainda exibe "Garapa", de José Padilha (Tropa de Elite), o inédito "Entre A Luz e a Sombra", de Luciana Burlamaqui, e homenageia o projeto "Vídeos nas Aldeias", idealizado por Vincent Carelli, que filmava os índios Nambiquara e depois exibiam as imagens para a tribo, em 1987.




O argentino ‘Histórias de Direitos Humanos’, de Pablo Trapero (Divulgação)



SERVIÇO

4° Mostra Cinema e Direitos Humanos
- De 5 de outubro a 10 de novembro -


www.cinedireitoshum anos.org. br



São Paulo - 5 a 11 de outubro de 2009
Sala Cinemateca Petrobrás - 110 lugares
Lgo. Senador Raul Cardoso, 207 - Vila Clementino - (11) 3512-6111
CineSesc - 326 lugares
Rua Augusta, 2075 - Cerqueira César - (11) 2087-0500

Rio de Janeiro – 9 a 15 de outubro de 2009
Cine Glória / Memorial Getúlio Vargas - 116 lugares
Praça Luís de Camões, s/ nº – Glória - (21) 2556-0781
Sala Caixa Cultural - 83 lugares
Av. Almirante Barroso, 25 - Centro - (21) 2544-4080

Natal - 7 a 11 de outubro de 2009
Auditório Sebrae - 120 lugares
Av. Lima e Silva, 76 - Lagoa Nova - (84) 3616-7944

Porto Alegre - 8 a 16 de outubro de 2009
Cine Santander Cultural - 85 lugares
Rua Sete de Setembro, 1028 – Centro - (51) 3287-5718

Belo Horizonte - 13 a 19 de outubro de 2009
Cine Humberto Mauro - 140 lugares
Av. Afonso Pena, 1537 – Centro - (31) 3226-7400

Teresina - 13 a 19 de outubro de 2009
Sala Torquato Neto - 140 lugares
Rua Álvaro Mendes, s/ nº – Centro - (86) 3222-7100

Manaus - 19 a 25 de outubro de 2009
Centro Cultural Palácio da Justiça - 80 lugares
Av. Sete de Setembro, 1546 – Centro - (92) 3248-1844

Fortaleza - 19 a 25 de outubro de 2009
Cine Benjamim Abrahão - 161 lugares
Av.da Universidade, 2591 – Benfica - (85) 3366-7773
CUCA - Centro Urbano de Cultura, Arte, Ciência e Esportes - 250 lugares
Av. Presidente Castelo Branco 6.417 – Bairro Ceará

Rio Branco - 19 a 25 de outubro de 2009
Filmoteca Acreana - 116 lugares
Av. Getúlio Vargas, 389 – Centro - (68) 3223-1210

Belém - 22 de outubro a 1º de novembro de 2009
Cine Líbero Luxardo - 86 lugares
Av. Gentil Bittencourt, 650 – Nazaré - (91) 3202-4321

Maceió - 26 de outubro a 1º de novembro de 2009
Cine Sesi Pajuçara - 163 lugares
Av. Dr. Antonio Gouveia, 1113 – Pajuçara - (82) 3235-5191

Brasília - 26 de outubro a 1º de novembro de 2009
Centro Cultural Banco do Brasil - 73 lugares
SCES Trecho 2 Lote 22 - (61) 3310-7087

Recife - 30 de outubro a 5 de novembro de 2009
Cinema da Fundação Joaquim Nabuco - 201 lugares
Rua Henrique Dias, 609 – Derby - (81) 3073-6689
Teatro do Parque - 740 lugares
Rua do Hospício, 88 – Boa Vista - (81) 3232.1553

Curitiba - 3 a 8 de novembro de 2009
Cinemateca de Curitiba - 105 lugares
Rua Carlos Cavalcanti, 1174 - São Francisco - (41) 3321-3252

Goiânia - 3 a 8 de novembro de 2009
Cine Cultura / Sala Eduardo Benfica - 98 lugares
Praça Cívica, 2 – Centro - (62) 3201-4670

Salvador - 4 a 10 de novembro de 2009
Sala Walter da Silveira - 200 lugares
Rua General Labatut, 27, Subsolo – Barris - (71) 3116-8124

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Prorrogadas inscrições para 11ª Mostra Catavídeo

Em função da greve dos Correios os produtores catarinenses terão a mais uma chance de participar, inscrevendo suas realizações audiovisuais no 11º Catavídeo – Mostra de Vídeos Catarinenses, até o dia 16 de outubro. O evento acontece entre os dias 16 e 21 de novembro, no SESC da Prainha, em Florianópolis. O 11º Catavídeo conta mais uma vez com mostras paralelas como a tradicional sessão maldita, lançamento de livro e a presença de Eduardo Valente, que apresentou este ano o seu primeiro longa-metragem “No meu lugar”, com sessão especial em Cannes.

Além da programação, cinco oficinas já estão confirmadas para este ano. Com a colaboração de diretores e produtores locais, eles irão explorar técnicas de animação de sombra chinesa, animação com recortes, linguagem do vídeo, oficina de documentário e videodança. As inscrições serão gratuitas e logo estarão abertas.

Como uma das principais janelas de exibição, cerca de 800 vídeos já passaram pelo festival, ao longo de suas edições. O Catavídeo - Mostra de Vídeos Catarinenses se estabelece como um canal livre de discussão entre os realizadores audiovisuais do estado.

Para o público espectador serve também como ferramenta e incentivo à produção para aqueles que pretendem iniciar a jornada como produtores de vídeo nas suas mais diversas temáticas, formatos e linguagens, por meio de ferramentas e capacitação profissional.

O festival é realizado pela Associação Cultural Alquimídia e o Fundo Municipal de Cinema de Florianópolis (FUNCINE), em parceria com o SESC-SC. O regulamento e a ficha de inscrição (para preenchimento on-line ou download) estão disponíveis no site www.catavideo. org

Outras informações:
FUNCINE - Fundo Municipal de Cinema de Florianópolis. Forte Santa Bárbara, Centro, CEP: 88010-410, Florianópolis / SC
Expediente: 13h30min às 18h (de segunda a sexta-feira)
Fone: (48) 3224-6591 / (48) 9989-4215
E-mail: catavideo@alquimidi a.org

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Mostra FUNCINE 20 Anos



Uma mostra de cinema catarinense em Florianópolis
Para comemorar seus vinte anos, o FUNCINE promoverá uma mostra de filmes catarinense em Florianópolis. A mostra ocorrerá em diversos lugares da cidade, dos dias 14 a 18 de setembro. Todas as sessões têm início às 19h.

14/08/2009 Segunda Feira
Local: Teatro Armação - Cinemateca

Programação:
Histórias de cinema, de Chico Caprário, 45'
Isto não é um filme, de Loli Menezes, 20’

15/09/2009 Terça Feira
Local: Fundação Badesc

Programação:
Manhã, de Zeca Pires e Norberto Depizzolatti, 10’
Nem o Céu, Nem a Terra, de Isabela Hoffmann, 26’
Desterro, de Eduardo Paredes, 20’
Sorria, Você está sendo Filmado, de Chico Caprário


16/08/2009 Quarta Feira
Local : Salão Paroquial – Praia da Armação

Programação:
Ritinha, de Antônio Celso dos Santos
Sereia, Yannet Briggler, 10’
Campeonato de Pescaria, Luiza Lins e Marco Martins, 17’
Perto do Mar, de Zeca Pires, 21’

17/09/2009 Quinta Feira
Local: Casa das Máquinas

Programação:
Alva Paixão, de Maria Emília de Azevedo, 23’
Veludos e cacos de Vidros, de Marco Martins, 17’
Bruxa Viva, Lena Bastos
O Pescador de Sonhos, de Igor Pitta

18/09/2009 Sexta Feira
Local: Igrejinha da UFSC

Programação:
Uma Camélia Vermelha, de Bob Barbosa, 17’
Entrelinhas, de Letícia Cardoso e Pedro MC
Amarras, de Letícia Kapper, 18’
ET- Emissário da Terra - Pré-estréia

Endereços:

Teatro Armação/Cinemateca Catarinense: Praça XV de Novembro, nº 344, Centro - Florianópolis/SC. Contato: (48) 3224-7239

Igrejinha da UFSC: Campus da UFSC, praça Santos Dumont, Trindade Florianópolis/SC. Contato: (48)3721-9348 e 3721-9447.

Casa das Máquinas: Centro Cultural Bento Silvério - Casarão da Lagoa - Rua Henrique Veras do Nascimento, 50

Catavídeo - Mostra de Vídeos Catarinenses


Entre os dias 24 de agosto a 24 de setembro de 2009 produtores catarinenses poderão inscrever suas realizações audiovisuais na principal janela de exibição. Ao longo dessa jornada já passaram pela mostra mais de 800 obras produzidas em todo o Estado.

Dividido em oficinas profissionalizantes , mesas de debates e mostra de vídeos, o principal objetivo do Catavídeo - Mostra de Vídeos Catarinenses é estabelecer um canal livre de exibição e discussão entre os realizadores de audiovisual e o público espectador no estado de Santa Catarina.

Além de formar público, estabelece a troca de experiências entre realizadores e incentiva ainda mais a produção para aqueles que pretendem iniciar a jornada como produtores de vídeo nas suas mais diversas temáticas, formatos e linguagens, fornecendo ferramentas e capacitação profissional.

Realizado pela Associação Cultural Alquimídia e o Fundo Municipal de Cinema de Florianópolis (FUNCINE), em parceria com o SESC-SC, o Catavídeo permanece com inscrições abertas até o dia 24 de setembro de 2009.

O regulamento e a ficha de inscrições (para preenchimento on-line ou download) estão disponíveis no site www.catavideo. org

Outras informações:

FUNCINE - Fundo Municipal de Cinema de Florianópolis. Forte Santa Bárbara, Centro, CEP: 88010-410, Florianópolis / SC

Expediente: 13h30min às 18h (de segunda a sexta-feira)
Fone: (48) 3224-6591 / (48) 9989-4215
E-mail: catavideo@alquimidi a.org

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Funcine comemora hoje 20 anos de fundação



O Fundo Municipal de Cinema - Funcine comemora hoje 20 anos de fundação, encerrando a semana de comemoração, hoje as 19 horas na Igrejinha da USFC será exibidos os filmes vencedores do Edital Armando carreirão 2008, na programação:

- Uma Camélia Vermelha, de Bob Barbosa
- Amarras, de Letícia Kapper
- Entrelinhas, de Letícia Cardoso e Pedro MC
- E.T - Emissário da Terra, de Rafael Schliting - PRÉ ESTRÉIA

Após as exibições haverá um coquetel de confraternizaçã o.
Esperamos a todos,
abraços cinematográficos!
Fabíola Beck

sábado, 29 de agosto de 2009

PAR/Prêmio Adicional de Renda 2009



Agência Nacional do Cinema divulga o resultado do Prêmio Adicional de Renda

A Agência Nacional do Cinema do Ministério da Cultura (Ancine/MinC) divulgou nessa quinta-feira, 27 de agosto, os resultados do Prêmio Adicional de Renda (PAR 2009), durante cerimônia realizada no auditório, no Rio de Janeiro. A Ata da Sessão da Comissão de Análise de Documentação e de Premiação foi publicada no Diário Oficial da União (Seção 1, páginas 9 e 10). Foram contempladas 21 empresas produtoras, 12 distribuidoras e 34 exibidoras.

O Prêmio, que vai injetar R$ 9,3 milhões no mercado audiovisual, tem como objetivo desenvolver e estimular os setores de produção, distribuição e exibição da indústria. O PAR é um mecanismo de apoio automático a todos os elos da cadeia do audiovisual, com base em parâmetros de desempenho de mercado.

Participaram da cerimônia de divulgação, o diretor-presidente da Ancine, Manoel Rangel, que enfatizou a importância de dar visibilidade às empresas que valorizam o produto audiovisual nacional, além de Nathália Meira de Carvalho (presidente) , Akio Assunção Nakamura, Elaine José da Silva (suplente), Marcelo Gil Ikeda, Marcos Felipe Teixeira Delfino (suplente), Roberto Gonçalves de Lima e Vanessa Teixeira de Oliveira (suplente), artistas e representantes do setor do audiovisual.

Saiba mais.

(Divulgação: Comunicação Social/MinC)
(Fonte: Ancine/MinC)

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Laboratório SESC Rio de Roteiros para Cinema Infantil 2008



REGULAMENTO1 - As inscrições para o Laboratório SESC Rio de Roteiros para Cinema Infantil 2008 poderão ser feitas até o dia 30 DE JUNHO DE 2008 . Não haverá prorrogação.

2 - A ficha de inscrição pode ser encontrada no site http://www.sescrio.org.br .

3 - Serão selecionados 10 (DEZ) ROTEIROS DE LONGA-METRAGEM DE FICÇÃO COM TEMÁTICA INFANTIL para participar de um laboratório intensivo, que será realizado no SESC Nogueira (Petrópolis/RJ) de 07 A 10 DE OUTUBRO DE 2008 , com a participação de consultores internacionais e brasileiros. No dia 06 DE OUTUBRO DE 2008 ocorrerá o evento oficial de abertura do laboratório no auditório do SESC Rio, localizado na cidade do Rio de Janeiro/RJ.

4 - Serão aceitas apenas inscrições de roteiros para filmes de longa-metragem de ficção com temática infantil.

5 - Serão aceitas apenas as inscrições postadas até o dia 30 DE JUNHO DE 2008 (a comprovação será feita pelo carimbo dos Correios).

6 - O resultado com a lista dos 10 (dez) roteiros selecionados será divulgado através de jornais e da Internet, no site http://www.sescrio.org.br , no dia 01 DE SETEMBRO DE 2008 . Os roteiristas selecionados serão contatados diretamente pela organização do laboratório na primeira semana de outubro.

7 - Para formalizar sua inscrição, o roteirista deve enviar a ficha de inscrição devidamente preenchida e assinada acompanhada de 3 (três) cópias de um roteiro de longa-metragem de ficção via Sedex com Aviso de Recebimento para o seguinte endereço:

LABORATÓRIO SESC RIO DE ROTEIROS PARA

CINEMA INFANTIL 2008

Caixa Postal 33116, CEP 22.440-970

Rio de Janeiro/RJ

8 - Inscrições enviadas por outro meio que não seja por Sedex e sem Aviso de Recebimento serão indeferidas.

9 - Os roteiros devem conter divisão por seqüências e diálogos desenvolvidos e devem ser impressos em papel A 4, encadernados em espiral, com capa e contracapa plástica.

10 - Na frente do roteiro deve ser colocada como primeira página uma capa de apresentação em que sejam citados expressamente o título do trabalho, o(s) nome(s) do(s) autor(es) e a indicação do número de versão ou tratamento em que se encontra.

11 - Os roteiros não selecionados não serão devolvidos e serão destruídos após a conclusão do processo de seleção.

12 - Os roteiros serão lidos por uma comissão de seleção, formada por 3 (três) profissionais do mercado de cinema brasileiro. Serão selecionados 10 (dez) roteiros de longa-metragem de ficção com temática infantil. As decisões da comissão de seleção são soberanas e irrevogáveis.

13 - Todos os custos de transporte (inclusive para os que residirem fora da cidade do Rio de Janeiro), hospedagem e alimentação dos roteiristas selecionados durante os dias de realização do laboratório serão cobertos pela organização.

14 - Como contrapartida pela participação no Laboratório SESC Rio de Roteiros para Cinema Infantil 2008, os roteiristas selecionados se comprometem a inserir nos créditos finais do filme uma cartela, entre a parte relativa ao elenco e a parte relativa à equipe técnica, em todas as suas cópias, contendo os seguintes dizeres:

O roteiro deste filme participou do

LABORATÓRIO SESC RIO DE ROTEIROS

PARA CINEMA INFANTIL 2008

15 - Ao preencher e assinar a ficha de inscrição, o roteirista (incluindo co-roteiristas e co-autores) concorda com a data de realização mencionada na cláusula 3 deste regulamento e se compromete a estar presente durante toda a duração do laboratório e na abertura do evento.

16 - Os casos omissos em relação ao regulamento serão dirimidos pela organização do laboratório.

17 - Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail labroteiro@gmail.com ou telefone (21) 2512-6859.

Li e estou de pleno acordo com todas as 17(dezesste) cláusulas contidas no regulamento.

Fórum “Pensar a Infância” discute políticas, narrativas e linguagem do cinema infantil.



28 de agosto de 2009
O Brasil passa por um momento de intenso crescimento do número de produções audiovisuais, mas curiosamente o mesmo não acontece no segmento infantil. É verdade que falta incentivo, mas existem caminhos e realizadores para o aumento de produções direcionadas à este público. Para discutir políticas, narrativas e linguagem do cinema infantil no Brasil, o Festival Internacional de Cinema Infantil (FICI) promove pela primeira vez o fórum “Pensar a Infância”, entre os dias 2 e 4 de setembro de 2009, no Instituto Moreira Salles do Rio de Janeiro.

Hoje as crianças têm acesso a diversas mídias oriundas do crescimento tecnológico, mas como os filmes podem formar um olhar e educá-los dentro dessa diversidade? As obras cinematográficas sofrerão grandes mudanças com a nova geração influenciada por essas mídias? Fora estas questões, a preocupação do “Pensar a Infância” ronda a linguagem e narrativa de filmes direcionados ao público infantil; a narrativa mais adequada para cada faixa etária e a melhor linguagem para unificar a diversão com o senso crítico e reflexão são alguns assuntos que serão abordados no fórum.

Estratégias e expectativas para distribuição e incentivo para alavancar a indústria de filmes destinados a crianças também serão colocados em pauta. Como as novas mídias afetam o lançamento de filmes nacionais? Qual é a estratégia ideal de lançamento e divulgação desse conteúdo para que ela chegue ao maior número de espectadores não apenas no eixo Rio de Janeiro-São Paulo? Com quantas cópias é preciso lançar o longa e em quantas salas?

O fórum “Pensar a Infância” tem as presenças confirmadas de Sérgio Sá Leitão (Diretor-Presidente da Riofilme), Glauber Piva (Diretor da Ancine), Adriana Rattes (Secretária de Cultura do Estado do Rio de Janeiro), Âmbar de Barros (TV Cultura), Gilberto Perin (Diretor do Núcleo de Especiais da RBS TV), Adriana Falcão (Roteirista), Carlos Saldanha (diretor de “A Era do Gelo 2” e “A Era do Gelo 3”) e Cao Hamburger (Diretor de “Castelo Rá Tim Bum” e “O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias”) e acontece no Instituto Moreira Salles, no Rio de Janeiro do dia 2 ao dia 4 de Setembro.


Serviço: Fórum “Pensar a Infância”

Instituto Moreira Salles (Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea. Rio de Janeiro / RJ

02 de Setembro de 15h30 às 19h

03 e 04 de Setembro 14h às 19h

Entrada Franca

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

M o s t r a J o d o r o w s k y



Cinema Surrealista

Alejandro Jodorowsky iniciou a carreira no cinema incompreendido pelo público, até pouco tempo não havia acesso a sua obra, a não ser por exibições clandestinas ocasionais. Em 2007 o Centro Cultural do Banco do Brasil realizou um festival em sua homenagem e agora em 2009 o SESC circulará por 22 estados com a Mostra Jodorowsky exibindo seus quatro primeiros trabalhos: o curta-metragem La Cravate (1957) , e os longas-metragens Fando e Lis(1968), El Topo (1970), e A Montanha Sagrada (1973) .

Descendente de russos nasceu em 1929 no Chile , viveu no México por vários anos e na França onde reside até hoje . Jodorowsky é cineasta, dramaturgo, literato, ensaísta, tarólogo , especialista em psicomagia e fundador do Teatro Pânico. Ìcone da arte contemporânea, é um artista típico da contracultura europeia dos anos 60/70 , um criador de imagens poderosas e perturbadoras que sedimentam a iconografia latino-americana.

PROGRAMAÇÃO

DIA 24 de Agosto – segunda-feira

Filme "A MONTANHA SAGRADA"


Sinopse: Jodorowsky interpreta o papel do alquimista , que reúne um grupo de pessoas que representam os planetas do Sistema Solar. Sua intenção é submeter o grupo a uma série de ritos de natureza mística para que se desprendam de sua bagagem "mundana" antes de embarcar numa viagem em direção à misteriosa ilha de Loto. Uma vez na ínsula iniciam a ascenção à Montanha Sagrada para substituir os deuses imortais que em segredo dominam o mundo. Nunca ninguém tinha visto nada igual até a data do lançamento deste filme. Foi a grande obra ovacionada do festival de Cannes em 1973.

Local: Biblioteca Univali- Itajaí

Horário: 19h Abertura com o palestra sobre a vida e a obra de Jodorowsky

19h 30 Exibição do filme "A Montanha Sagrada"

ENTRADA FRANCA


DIA 25 de Agosto – terça-feira

Filme "EL TOPO"


Envolto numa roupagem alegórica e repleto de cifrados simbolismos, o filme narra as andanças de um pistoleiro místico , interpretado pelo próprio Jodorowsky , através do deserto do distante Oeste , numa epopéia surrealista na qual se superará em duelos para conseguir atribuir-se o êxito de ser a pistola mais rápida. Um encontro cósmico profundamente influenciado pelas "obras pânicas" , este filme significou o tiro de saída ao circuito alternativo das sessões malditas propulsado pelo distribuidor Bem Barenholtz.

Local: Biblioteca Univali- Itajaí

Horário: 19hh 30

ENTRADA FRANCA


DIA 26 de Agosto – quarta-feira

Filme "FANDO E LIS"
Baseado em suas memórias a partir da performance-art do escritor Fernando Arrabal, este filme é um mostruário de personagens perdidos que transitam lastimosamente por labirínticos caminhos de incomunicabilidade. Poesia lírica e imagens de beleza magnética são as constantes de uma história de não-amor da humanidade, que se oculta mascarado atrás dos vincos doentios da hipocresia, da aparência e da simulação.

Local: Biblioteca Univali- Itajaí

Horário: 19h 30

ENTRADA FRANCA


DIA 27 de Agosto – quinta-feira

Filme "LA CRAVATE"


O filme é uma versão muda de um conto de Thomas Mann , sobre uma mulher que vende cabeças e ela muda as cabeças de um poeta e de um boxeador .


Local: Biblioteca Univali- Itajaí

Horário: 19h 30

ENTRADA FRANCA

* Todos que participarem do evento receberão um catálogo da mostra, uma produção do SESC e do Centro Cultural Banco do Brasil com o propósito de ampliar a visão acerca da arte do cineasta.

Depois de Tudo


Depois de Tudo
(After everything / Después de todo)


Depois de Tudo, do Diretor Rafael Saar, será exibido no Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo a partir deste domingo (23/08). Serão cinco exibições: CineSESC (23/08 – 17h); Museu da Imagem e do Som (24/08 – 16h); Cineclube Grajaú (25/08 – 18h); Cinemateca - Sala BNDES (26/08 – 17h) e na FAAP (28/08 – 11h). No dia 26/08, o curta será exibido também no Perro Loco - Festival de Cinema Universitário Latino Americano na Universidade de Goiás às 14h30. Além destas exibições, Depois de Tudo foi selecionado também para os Festivais Intternacionais: Reel Affirmations 19: The Nation's LGBT Film Festival - EUA; Lesbian and Gay Film Festival Hanover, Alemanha e Hamburg International Lesbian and Gay Film Festival, Alemanha. O curta recebeu o Prêmio de Destaque em Construção Narrativa no último dia 09 de agosto no Festival Brasileiro de Cinema Universitário do Rio de Janeiro, 2009.

Sobre o filme:
Depois da despedida, a espera. Depois da espera, a volta. Depois de tudo, o que mais querem é estar juntos e um dia basta para esperarem pelo próximo. Com o elenco composto por Ney Matogrosso e Nildo Parente, Depois de Tudo, apresenta um roteiro contemporâneo, com uma história que conta uma noite da afetiva relação entre dois homens de terceira idade. Enquanto um chega do trabalho, o outro está cozinhando. Eles assistem juntos à Quando voam as cegonhas, trocam carinhos, e, no dia seguinte, se despedem.
Depois de Tudo é o sétimo trabalho de Rafael Saar, no qual dirige e também assina o roteiro. A idéia de Depois de Tudo era a princípio mostrar um casal de idosos e gays. O desenvolvimento foi muito simples porque é um filme que mostra o cotidiano. Os personagens não apresentam histórias que o cinema ou a TV mostram normalmente. O que foi feito é construir tudo da maneira mais natural e bonita possível, sem cair na pieguice.
Encontrar atores que aceitassem fazer o filme foi difícil. Rafael Saar conheceu Ney em Homem-ave (filme de Rafael que ainda está em processo de produção, no qual Ney faz a narração) e também trabalhou no documentário do Joel Pizzini sobre ele. “Levei o roteiro na casa dele, ele leu na hora e gostou. O Ney é um ator, e usa isso da melhor forma no trabalho dele com música. Não foi uma escolha propriamente dita, foi um encontro. Tê-lo no filme trouxe uma representação muito interessante pelo papel histórico que ele tem no questionamento dos padrões sexuais”, diz.
Rafael conheceu Nildo Parente através de um amigo e, quando mostrou o roteiro e falou do Ney, ele topou na hora. "Um dia ele chegou em casa com o roteiro do filme e pediu para que eu lesse. Após ver o que era a história, respondi: isso é uma proposta, né? Você quer que eu faça o filme!”, contou Ney em matéria para o site CineClick.
No filme há uma referência visual a Liberdade É Azul, de Kristoff Kieslowski. O cinema de poesia é o que atrai o diretor. Pasolini, Tarkovski, Bertolucci, Godard são os diretores que o fazem pensar e fazer cinema. As filmagens do curta foram realizadas em apenas um dia em um prédio no bairro de Botafogo (Rio de Janeiro).
Atualmente Rafael Saar filma Baby, do Brasil, um documentário em longa-metragem a partir do universo artístico da cantora Baby do Brasil, propondo como abordagem central sua busca espiritual incorporada à sua produção artística musical e cênica, como cantora, atriz e compositora. A estréia do longa está prevista para 2011.

Premiações

Festival de Brasília do Cinema Brasileiro - Melhor Ator - Nildo Parente
Festival Mix Brasil de Cinema e Vídeo da Diversidade Sexual - Melhor Interpretação - Ney Matogrosso e Nildo Parente
II For Rainbow - Festival de Cinema da Diversidade Sexual - Melhor Desenho Sonoro / Melhor Roteiro
Destaque em Construção Narrativa – Festival Brasileiro de Cinema universitário, Rio de Janeiro, 2009.

Festivais

Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, Brasília, Brasil, 2008.
Festival Mix Brasil de Cinema e Vídeo da Diversidade Sexual, São Paulo,Brasil, 2008.
II For Rainbow - Festival de Cinema da Diversidade Sexual, Fortaleza, Brasil, 2009
London Lesbian and Gay Film Festival, Londres, Inglaterra, 2009.
MIAU - Mostra Independente do Audiovisual Universitário, Goiânia, 2009.
23º Festival Mix di Milano, Mil]ão, Itália, 2009.
Festival Internacional de Cine Gay-lesbo-trans de Bilbao, Bilbao, Espanha, 2009.
Gay and Lesbian Film Festival of Tel Aviv, Tel Aviv, Israel, 2009
Festival Brasileiro de Cinema Universitário, Rio de Janeiro, 2009.
Reel Afirmations: The Nation's LGBT Film Festival, Washington, EUA, 2009
Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo, 2009
Perro Loco - Festival de cinema universitário latino-americano, Goiânia,

Sobre o diretor
Graduado em Cinema e Vídeo pela Universidade Federal Fluminense em 2008, dirigiu seis curtas-metragens, entre eles A CARTA (2006) que participou de mais de 10 festivais no Brasil e no exterior. MEDO DA ETERNIDADE (2008) ganhou o 2º lugar no Prêmio Clarice Lispector pela adaptação da crônica da escritora. O primeiro documentário PINTINHO ganhou Menção Honrosa no 13º Festival Brasileiro de Cinema Universitário e DEPOIS DE TUDO, com os atores Nildo Parente e Ney Matogrosso, com 06 prêmios, incluindo Melhor Ator para Nildo Parente no Festival de Cinema de Brasília. Atualmente trabalha como assistente de direção do filme “Olho nu”, do cineasta Joel Pizzini, documentário sobre o cantor Ney Matogrosso e na direção de uma cine-biografia da cantora Baby do Brasil.

Filmografia
2008 – Depois de tudo, 12 min, 35mm.
2008 – Pintinho, 7 min, DV.
2008 - Medo da Eternidade, 9 min, 35mm.
2006 – A Carta, 15, min, DV.
2005 – Auto-sexo, 1 min, DV.
2005 – Funeral, 1 min, DV.


FICHA TÉCNICA
Direção: Rafael Saar
Roteiro: Rafael Saar
Elenco: Nildo Parente, Ney Matogrosso
Direção de Produção: Érico Silva Muniz
Direção de Fotografia: Nicolas Contant
Direção de Arte: Luciano Fernandes
Figurino: Maria Fernanda Corrêa
Som direto: Eduardo Silva
Edição: Rafael Saar
Edição de som e mixagem: Eduardo Silva
Produtora: UFF – Universidade Federal Fluminense
Ano de produção: 2008
Ficção, Colorido
Duração: 12’
Formato de captação: HD
Janela: 16:9
País de origem: Brasil
Assessoria de Imprensa: Paulo Henrique de Moura

Contato:
Rafael Saar
Endereço: Rua Moreira Cesar nº38 / 903, Icaraí, Niterói – RJ. CEP: 24230-050
e-mail: rafaelsaar@gmail.com Tel.: 55 (21) 8296-0520 / 2622-8402

UFF – Departamento de Cinema e Vídeo
Endereço: Rua Lara Vilela, 126, Ingá, Niterói-RJ. CEP 24210-590
e-mail: cinevi@vm.uff.br Tel.: 55 (21) 2629-9760

Assessoria de Imprensa:
Paulo Henrique de Moura: 55 (47) 9605 1426 Email: paulohmoura@gmail.com

Trailer do filme:
http://www.youtube.com/watch?v=SfreDB84lTk&feature=response_watch

Entrevista com Rafael Saar e Ney Matogrosso no programa ZOOM da TV Cultura:
http://www.youtube.com/watch?v=kzY7ndyt9DA

11º Catavídeo


Inscrições abertas para o 11º Catavídeo

De 24 de agosto a 24 de setembro de 2009 produtores catarinenses poderão inscrever suas realizações audiovisuais na principal janela de exibição da produção local

Em 2009 a principal janela de exibição do audiovisual independente de Santa Catarina chega a sua décima primeira edição. Ao longo dessa jornada já passaram pela mostra aproximadamente 800 obras produzidas em Santa Catarina ou por catarinenses.

Dividido em oficinas profissionalizantes , mesas de debates e mostra de vídeos, o principal objetivo do Catavídeo - Mostra de Vídeos Catarinenses é estabelecer um canal livre de exibição e discussão entre os realizadores de audiovisual e o público espectador no estado de Santa Catarina.

Além de formar público e incentivar a troca de experiências entre os realizadores do Estado, a mostra também pretende incentivar ainda mais a produção audiovisual de vídeo e novos formatos, fornecendo ferramentas de capacitação profissional para os que já produzem audiovisual no Estado e para aqueles que pretendem iniciar a jornada como produtores de vídeo nas suas mais diversas temáticas.

Realizado pela Associação Cultural Alquimídia e o Fundo Municipal de Cinema de Florianópolis (FUNCINE), em parceria com o SESC-SC, o Catavídeo abre suas inscrições no dia 24 de agosto e ficará aberta até o dia 24 de setembro de 2009.

O regulamento e a ficha de inscrições (para preenchimento on-line ou download) estão disponíveis no site www.catavideo. org.

Outras informações:
FUNCINE - Fundo Municipal de Cinema de Florianópolis.
Forte Santa Bárbara, Centro, CEP: 88010-410, Florianópolis / SC

Expediente: 13h30min às 18h (de segunda a sexta-feira)
Fone: (48) 3224-6591 / (48) 9989-4215
E-mail: catavideo@alquimidi a.org

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Prata da casa...




“Domésticas para vida: quando o trabalho é na casa do outro”
Ficha técnica:

Produção, Roteiro e Direção: Paulo Henrique de Moura
Direção de Fotografia: Paulo Henrique de Moura
Assistente de Direção: Ilana Coelho
Assistente de Produção: Herivelto Dias Correa Jr.
Imagens: José Fernando dos Santos e Pedro dos Santos
Som: Herivelto Dias Correa Jr. e Ilana Coelho
Edição e Finalização: Marlon Gamba
Projeto Gráfico: Júlio Castelain
Trilha: Paulo Henrique de Moura

Atualização do blog do documentário com algumas reportagens que saíram sobre o mesmo.

Jornal A Notcícia - 31 de maio de 2009. | N° 420
CAPA
Na casa do outro

Durante mais de 20 anos a mãe de Paulo Henrique de Moura trabalhou como doméstica. Aos 17, a mineira Maria das Graças viajou para São Paulo em busca de melhores condições de vida. O primeiro emprego que conseguiu foi como arrumadeira. A partir daí, trabalhou em várias casas, em algumas sendo bem tratada e em outras enfrentando dificuldades e até humilhações...


Leiam mais em:

http://domesticasparavida.blogspot.com/

Paulo Henrique de Moura
Jornalista

<

“Domésticas para vida: quando o trabalho é na casa do outro” é sobre três mulheres que moram a menos de 20 minutos de distância uma da outra. Apesar de trajetórias diferentes, elas têm em comum a profissão: são empregadas domésticas. Um trabalho que não é visto como uma carreira a ser seguida, mas uma sina, algo que o destino reserva para algumas pessoas. “Domésticas para vida: quando o trabalho é na casa do outro” não retrata as empregadas como vítimas, e sim como pessoas que exercem essa atividade porque precisam e outras porque gostam dela. Mostra ainda, que merecem reconhecimento pelo trabalho que desempenham.

Cine Luz

Reflexões, informes e outras intervenções cinematográficas

O blog Cine Luz...
http://cine-luz.blogspot.com/

blogueiro Fifo Lima

Florianópolis, Brazil
Jornalista, autor de textos aleatórios
e interessado em cinema

fifolima@gmail.com

terça-feira, 18 de agosto de 2009

MOSTRA DE CINEMA JODOROWSKY



ABERTURA COM PALESTRA SOBRE A JODOROWSKY
Período: 24-27/08
Local: Univali-Itajaí (Biblioteca Central)
Horário: 19h30
ENTRADA FRANCA

O projeto é uma parceria do Sesc com Centro Cultural Banco do Brasil. A mostra será composta pelos filmes:

“A montanha mágica”



DIA 24 de Agosto – segunda-feira

Filme "A MONTANHA SAGRADA"

Sinopse: Jodorowsky interpreta o papel do alquimista , que reúne um grupo de pessoas que representam os planetas do Sistema Solar. Sua intenção é submeter o grupo a uma série de ritos de natureza mística para que se desprendam de sua bagagem "mundana" antes de embarcar numa viagem em direção à misteriosa ilha de Loto. Uma vez na ínsula iniciam a ascenção à Montanha Sagrada para substituir os deuses imortais que em segredo dominam o mundo. Nunca ninguém tinha visto nada igual até a data do lançamento deste filme. Foi a grande obra ovacionada do festival de Cannes em 1973.

Local: Biblioteca Univali- Itajaí

Horário: 19h Abertura com o palestra sobre a vida e a obra de Jodorowsky

19h 30Exibição do filme "A Montanha Sagrada"

ENTRADA FRANCA

“El Topo”



DIA 25 de Agosto – terça-feira

Filme "EL TOPO"

Envolto numa roupagem alegórica e repleto de cifrados simbolismos, o filme narra as andanças de um pistoleiro místico , interpretado pelo próprio Jodorowsky , através do deserto do distante Oeste , numa epopéia surrealista na qual se superará em duelos para conseguir atribuir-se o êxito de ser a pistola mais rápida. Um encontro cósmico profundamente influenciado pelas "obras pânicas" , este filme significou o tiro de saída ao circuito alternativo das sessões malditas propulsado pelo distribuidor Bem Barenholtz.

Local: Biblioteca Univali- Itajaí

Horário: 19hh 30

ENTRADA FRANCA

“Fando e Lis”



DIA 26 de Agosto – quarta-feira

Filme "FANDO E LIS"

Baseado em suas memórias a partir da performance-art do escritor Fernando Arrabal, este filme é um mostruário de personagens perdidos que transitam lastimosamente por labirínticos caminhos de incomunicabilidade. Poesia lírica e imagens de beleza magnética são as constantes de uma história de não-amor da humanidade, que se oculta mascarado atrás dos vincos doentios da hipocresia, da aparência e da simulação.

Local: Biblioteca Univali- Itajaí

Horário: 19h 30

ENTRADA FRANCA

“LaCravate”.



DIA 27 de Agosto – quinta-feira

Filme "LA CRAVATE"

O filme é uma versão muda de um conto de Thomas Mann , sobre uma mulher que vende cabeças e ela muda as cabeças de um poeta e de um boxeador .


Local: Biblioteca Univali- Itajaí

Horário: 19h 30

ENTRADA FRANCA

* Todos que participarem do evento receberão um catálogo da mostra, uma produção do SESC e do Centro Cultural Banco do Brasil com o propósito de ampliar a visão acerca da arte do cineasta.