sexta-feira, 18 de junho de 2010

O Festival de Cinema da Lapa

O Festival de Cinema da Lapa
CINEMA

O Festival de Cinema da Lapa, que irá até domingo 9, está movimentando a cidade, com apresentação do melhor do cinema brasileiro e internacional para o povo lapeano. As apresentações acontecem no Panteon dos Heróis e no Cine Imperial e a programação completa poder ser conferida no site www.festivaldalapa.com.br. - Hoje (sexta), no Cine Imperialm às 12h, Radiondas Paranaenaes, documentário de Tiomkim com uma série de depoimentos no Museu da Imagem e do Som. São radialistas pioneiros do rádio no Paraná, com a participação de Paulo Chaves, Irene Moraes, Sinval Martins, Renato Mazanek, Paulo Branco, Gilberto Fontoura, Elon Garcia, Ubiratan Lustosa, Vinicius Cioelho e Boiris Musialowski; às 19h, competitiva internacional de filmes de época, apresentando "Mistéryos, de Beto Carminatti e Pedro Merege (Brasil, 82min, 2008, ficção, cor e PB, 35mm. Fala dos que dormem, os que não dormem; presos da insônia, da falta de ar, urina solta, gazes intestinais. Noites acordados, vítimas dos demônios do quintal. Participam Carlos Vereza, Sthefany Brito, Leonardo Migiorim, Samir Halabi e Lala Schneider. No Panteon, às 20h30, apresentação do Núcleo de Produção da Lapa; às 20h45, competitiva internacional, com o filme Netto e o Diomador de Cavalos, de Tabajara Ruas, com Tarcísio Filho, Fernanda Carvalho e Lu Adams. Retrata a história da guerra dos Farrapos. (continua).

O homem da mata, (Brasil/PE, 2004), 18min, 16 anos, de Antonio Luiz Carrilho, com Hermila Guedes, Luorival Batista, Nerisvaldo Alves. Passa na Cinemateca até dia 10. Fala de José Borba da Silva, ator, canavieiro, cantor, pai-de-santo e artista da cultura popular, interpreta Jack, o vingador justiceiro, super-herói defensor dos trabalhadores da Zona da Mata Atlântica do Nordeste do Brasil. Classificação 16 anos.

Baile Perfumado, Brasil/PE, 1996, 93min, 16 anos, de Lírio Ferreira e Paulo Caldas, com Duda Mamberti, Luís Carlos Vasconcelos e Aramis Trindade. Cinebiografia do libanês Benjamim Abrahão, o único a filmar Lampião e seu bando. O filme mostra desde a morte do Padre Cícero até a morte de Lampião e enfoca o aburguesamento do cangaço e a modernização do Sertão. Passa até dia 10, às 15h30, com entrada franca.

João e Maria, espetáculo para crianças baseado na história dos Irmãos Grimm, será apresentado até dia 30, sempre às 16h, no Teatro Barracão EnCena. As crianças, desobedecendo os pais, vão brincar na floresta. Eles se perdem e andam prá e prá cá, e encontram pelo caminho o Boitatá, o Curupira e a Gralha Azul, que ensinam a eles a importância de cuidar da natureza. O texto e direção são de Juscelino Zilio, e no elenco, Anidria Stadler, Júlia Crocetti, Lyncoln Lisboa e Paulo Rosa.

TEATRO

O anel de Magalão, comédia romântica com o Grupo Encena Sion, do Colégio Nossa Senhora de Sion, será apresentada hoje (7), às 20h30, no Teatro Regina Vogue do Shopping Estação. Ingresso a R$10,00, no local ou no colégio. A direção é de Anderson Cidade Junior e no elenco 12 atores e atrizes. Conta a história de João Tieté, profissional de malas artes, que pretende casar com a filha do sr. Mané Marruá, um português avarento.

O XII Festival do Teatro Lala Schneider, um dos principais eventos das artes cênicas, está sendo realizado nos teatros Lala Schneider e Edson D'Avila, e nesta edição participarão 21 espetáculos na mostra competitiva e mais 2 convidados, perfazendo 89 apresentações em 40 dias, com a participação de perto de 300 artistas. Ingressos a R$15,00 e R$7,00 (na mostra competitiva), e R$30,00 e R$15,00 (espetáculos convidados). Detalhes no tel. 3232-8108. Todo programa está no site www,.teatrolala.com.

De pessoa para pessoas, espetáculo com alunos o curso do Teatro Cultura, está sendo apresentado nas sextas, às 21h, e sábados, às 19h, até dia 29. A concepção musical e direção são de Tony Lucas, e no elenco Val Cavalcanti, Iago Giannini, Fernanda Tockus, Joco Ramiro, Preta de Jesus, Giovana Fonseca, Lauren Christie, Sérgio Pequeno, Naí Oliveira, Geysa Antunes, Heloise Antunes e Heitor Antunes. A intenção é levar o público a poesia do poeta Português Fernando Pessoa. Alguns textos do poetas são apresentados, junto a comemorações dos 10 anos do Teatro Cultura. Ingressos a R$5,00 (antecipado), R$12,00 na hora e R$6,00 para estudante e maiores de 60 anos. Informações pelos tel. 3224-7581 e 9198-8809.

A Mostra Cena Breve Curitiba - a linguagem dos grupos de teatro, em sua 4.ª edição, reúne até segunda (10), no Teatro da Caixa, grupos de Curitiba, São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina. O programa mantém seu foco na criação de um espaço de troca, encontro e experimentação, onde o público sempre tem a oportunidade de prestigiar a cada noite, três concepções teatrais. Participam os Grupos curitibanos Vigor Mortis, Obragem Teatro e Cia., Companhia Silenciosa, Companhia Provisória, Coletivo Joaquina, Elenco de Ouro, ACRUEL Cia. de Teatro, Marcos Damaceno Cia. de Teatro e Barridos da Cena, e ainda Teatro de Alvenaria (SP), Teatro Albatroz (BH) e Teatro Jabuti (SC). - Hoje (7), às 20h, será "Vermelho inglês - Tijolês- Sépia e sombra, com o Coletivo Joaquina; A besta Fera, do Teatro Jabuti, e Gambiarra, da Cia Elenco de ouro. (continua)

Oficina de circo brincante, para que as crianças possam se divertir enquanto aprendem exercitando o corpo e a criatividade, acontece no sábado, das 9h30 às 12h30. O ensino é orientado por professores capacitados em arte-educação, com vasta experiência no ensino de circo para pessoas de todas as idades. Abrange malabares, trapézio, equilíbrio, acrobacias e jogos de teatro e de palhaço.

MUSICA

Lulu Santos apresenta hoje (7), às 21h30, no Teatro Positivo, o show "LongPlay", que traz um repertório de grandes hits da carreira. Ícone do pop nativo, o artista já vendeu cinco milhões de discos ao longo dos 25 anos de carreira. Acompanhando uma tendência mundial e para criar um clima perfeito para as músicas, e para o showman (Lulu) em ação, os vídeos serão o grande diferencial. Junto com ele estarão no palco Milton Guedes (sopros), Dunga (baixo), Xocolate (bateria) e Hiroshi Mizutani (teclados). Ingressos a R$150,00 e R$190,00 (inteiro) e de R$75,00 a R$95,00 (meio) para estudante ou maior de 60 anos; de R$70,00 a R$95 para quem levar um brinquedo novo.

Eu sou mais brasileirinho, com este espetáculo, a ser apresentado amanhã (sábado), às 18h, e domingo, às 16h, no teatro do Museu Oscar Niemeyer, o Coral Brasileirinho festejará o seu 15.º aniversário. Vai relembrar os melhores miomentos desta trajetória de criatividade e sensibilidade. Participam 24 crianças, com idades entre 8 e 13 anos, sob a direção artísdtica de Milton Karam e Helena Bel. Nestas comemorações, contará com a participação dos músicos Cristina Castro Loureiro (piano e teclado), Bruno Karam (baixo elétrico), Johnny Dionysio (bateria), João Egashira (violão) e Denis Mariano (percussão). Ingressos a R$10,00 e R$5,00 (para estudantes), pessoas com mais de 60 anos, e quem levar um quilo de alimento.

O Duo Titton-Zamith, de violino e piano, dará espetáculo neste domingo, às 17h, no Solar do Barão (Rua Carlos Cavalcanti, 533 - entre ruas Riachuelo e Barão do Serro Azul). No programa, obras de Villa-Lobos (Sonata fantasia n.º 1 - Desesperance), Chopin (Ballada Op.52, e Brahms (Sonata n.º 3, Op 108. João Eduardo Titton e Maurício Zamith, professores da UFSC, atuam desde 2006, no projeto de extensão universitária que desenvolve trabalho de música de Câmara, promovendo cultura e formação de platéia.

O grupo Teatro Mágico apresenta-se amanhã (sábado), às 24h, no Curitiba Master Hall (rua Itajubá, 143) com o espetáculo "Segundo ato". Na abertura da noite, às 22h, estará no palco a banda curitibana "Nuvens". Na oportunidade, a banda, que nasceu há 4 anos em Osasco, e já vendeu mais de 90 mil CDs, lançará o DVD "Entrada para raros", com sucessos de discos anteriores. O comando do conjunto paulista é de Fernando Anitelli. Ingressos a R$40,00 e R$20,00 (1.º lote), e R$60,00 e R$30,00, no 2.º lote. Detalhes no tel. 3315-0808.

A XXIX Tarde de Seresta, evento sugerido pela Academia Paranaense da Poesia - presidida pela poetiza Roza de Oliveira,, vai acontecer amanhã (sábado), a partir das 17h, no Restaurante San Domingos (antiga Confeitaria Iguaçu), que fica na Rua Voluntários da Pátria, 368, 1.º andar. Haverá café colonial, a R$8,00 p/pessoa.

DANÇA

O Festival Duetto de Dança de Salão, em sua terceira edição, será realizado no Sesc Água Verde, sexta, sábado e domingo, na área de eventos do Supercenter Angeloni. Desta vez, o evento traz a categoria amador comerciário e amador não-comerciário e a categoria intermediário comerciário e intermediário não-comerciário. As inscrições custam R$10,00 e R$20,00, respectivamente, e podem ser feitas no SAC do SESC Água Verde. As apresentações terão entrada franca para o público em geral. O Duetto contará com a presença de Kilve Costa e Carol Pampuri como jurados do evento e professores de uma oficina de Salsa e Samba nos dias 8 e 9.

O dançarino argentino Hugo Daniel está em Curitiba passando por diversos espaços de dança para mostrar suas habilidades com o tango. Neste próximo domingo (9), estará no único bar cubano de Curitiba, o Guantanamera Cocina de Cuba. Na ocasião, trocará suas experiências com alunos de dança conduzidos pelo dançarino oficial do lugar e organizador do evento, Maximiliano Moreira. Será às 20h, com ingresso a R$10,00 por pessoa. Informações nos tel. 9983 0937 ou 3018 0051.

EXPOSIÇÃO

Trezentos Trabalhos da psiquiatra Nise da Silveira (1905-1999), que revolucionou o tratamento para doentes mentais no Brasil e foi uma personalidade brasileira, na ciência e nas artes plásticas, estão em exposição no Museu Oscar Niemeyer. É a mostra "Caminhos de uma psiquiatra rebelde", que ficará até dia 1.º de março/09. Sua construtiva trajetória em instituições psiquiátricas, com a implantação de oficinas de arte para o acompanhamento e o tratamento dos internos, resultou em uma produção artística reconhecida, de autoria dos próprios pacientes. Estão à mostra pinturas, desenhos e esculturas, juntamente com documentos, fotografias e depoimentos.

A Mostra Darwin: Descubra o Homem e a Teoria Revolucionária que Mudou o Mundo está na Universidade Positivo, e já foi vista por mais de 350 mil pessoas em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Goiás. Retrata a vida do naturalista inglês Charles Darwin, cujas idéias sobre a evolução das espécies constituem a base da biologia contemporânea. Originária do American Museum of Natural History, em Nova York, a exposição foi trazida e adaptada ao público brasileiro pelo Instituto Sangari. Ficará até o dia 30 de novembro, na Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300 - Campo Comprido, sempre de segunda a sexta-feira, das 09h às 22h; sábados, domingos e feriados, das 09h às 17h. Ingressos a R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia), e Gratuito para alunos e professores da rede pública mediante agendamento, menores de 7 anos e maiores de 60 anos. Contato para visitas guiadas para grupos pelo tel. 0300 789 0002.

LITERATURA

Noites de insônia, livro de uma das mais solicitadas e respeitadas antropólogas do Brasil, Mirian Goldenberg, acaba de ser lançado. É o resultado das muitas noites insones dela. Decidida em tornar tais noites produtivas, Mirian prepara aulas, palestras, artigos e inventa projetos. Agora ela reuniu textos que saíram das madrugadas e que falam de prazeres e sofrimentos de ser pesquisadora e professora no mundo acadêmico brasileiro.

REVISTAS

Caras - Grazi Massafera na ilha de Caras: quero ser mãe!; F-1: a frustração de Felipe Massa; A boda dos medalhistas olímpicos Scheidt e Cintare, da Letuania; Vips e famosos no 9.ë Caras One Day Golf, na ilha Comandatuba (Bahia); Natalia Guimarães e Leandro do KLB vão casar (nas bancas a R$6,90). Playboy - Claudia Ohama: ela voltou!; A patricinha carioca que virou rainha do suingue; Especial: coma bem, escolhendo em restaurantes indicados pela Play Boy; Ostras: descubra por que Casanova comia duzias por dia; Nova Yorque: selecionamos a fatia mais saborosa da Big Apple; Entrevista com Daniel Craig, o 007. (nas bancas a R$10,99). Os Caminhos da Terra - As novas cores do Rally Dakar, que deixa a África e enfrentaa diversidade andina; Os dragões do Mar do Ceará; Índio (Pataxós) quer turista; O mundo a parte dps Dogons: eles reconstruíram o universo a partir de uma falésia no Mali (nas bancas a R$9,90).

NOTAS

Nossa História faz aniversário. Pelo sexto ano o programa é apresentado magistral e ininterruptamente nos sábados pelos jornalistas Zélia Sell e Guilherme Nascimento. É um programa ao vivo, nos estúdios da rádio Paraná Educativa AM 630, que vai reverenciar os imigrantes e também homenageará os "amigos da história", memorialistas e pesquisadores que participaram do programa ao longo destes 6 anos. Quem desejar, pode ouvir pela internet, no site www.pr.gov.br/rtve, clicando em "rádio am 630 ao vivo". Mensagens e sugestões pelo e-mail nossahistoriaam630@hotmail.com, ou para Caixa postal 25-cep 80011970.

Um comentário:

  1. DENÚNCIA: SÍTIO CALDEIRÃO, O ARAGUAIA DO CEARÁ – UMA HISTÓRIA QUE NINGUÉM CONHECE PORQUE JAMAIS FOI CONTADA

    “As Vítimas do Massacre do Sítio Caldeirão
    têm direito inalienável à Verdade, Memória,
    História e Justiça!” Otoniel Ajala Dourado

    O MASSACRE DELETADO DOS LIVROS DE HISTÓRIA

    No município de CRATO, interior do CEARÁ, BRASIL, houve um crime idêntico ao do “Araguaia”, foi a CHACINA praticada pelo Exército e Polícia Militar em 10.05.1937, contra a comunidade de camponeses católicos do SÍTIO DA SANTA CRUZ DO DESERTO ou SÍTIO CALDEIRÃO, cujo líder religioso era o beato “JOSÉ LOURENÇO GOMES DA SILVA”, paraibano negro de Pilões de Dentro, seguidor do padre CÍCERO ROMÃO BATISTA, encarados como “socialistas periculosos”.

    O CRIME DE LESA HUMANIDADE

    O crime iniciou-se com um bombardeio aéreo, e depois, no solo, os militares usando armas diversas, como metralhadoras, fuzis, revólveres, pistolas, facas e facões, assassinaram na “MATA CAVALOS”, SERRA DO CRUZEIRO, mulheres, crianças, adolescentes, idosos, doentes e todo o ser vivo que estivesse ao alcance de suas armas, agindo como juízes e algozes. Meses após, JOSÉ GERALDO DA CRUZ, ex-prefeito de Juazeiro do Norte/CE, encontrou num local da Chapada do Araripe, 16 crânios de crianças.

    A AÇÃO CIVIL PÚBLICA PROPOSTA PELA SOS DIREITOS HUMANOS

    Como o crime praticado pelo Exército e Polícia Militar do Ceará é de LESA HUMANIDADE / GENOCÍDIO é IMPRESCRITÍVEL conforme legislação brasileira e Acordos e Convenções internacionais, a SOS DIREITOS HUMANOS, ONG com sede em Fortaleza – CE, ajuizou em 2008 uma Ação Civil Pública na Justiça Federal contra a União Federal e o Estado do Ceará, requerendo: a) que seja informada a localização da COVA COLETIVA, b) a exumação dos restos mortais, sua identificação através de DNA e enterro digno para as vítimas, c) liberação dos documentos sobre a chacina e sua inclusão na história oficial brasileira, d) indenização aos descendentes das vítimas e sobreviventes no valor de R$500 mil reais, e) outros pedidos

    A EXTINÇÃO SEM JULGAMENTO DE MÉRITO DA AÇÃO

    A Ação Civil Pública foi distribuída para o Juiz substituto da 1ª Vara Federal em Fortaleza/CE e depois, para a 16ª Vara Federal em Juazeiro do Norte/CE, e lá em 16.09.2009, extinta sem julgamento do mérito, a pedido do MPF.

    RAZÕES DO RECURSO DA SOS DIREITOS HUMANOS PERANTE O TRF5

    A SOS DIREITOS HUMANOS apelou para o Tribunal Regional da 5ª Região em Recife/PE, argumentando que: a) não há prescrição porque o massacre do SÍTIO CALDEIRÃO é um crime de LESA HUMANIDADE, b) os restos mortais das vítimas do SÍTIO CALDEIRÃO não desapareceram da Chapada do Araripe a exemplo da família do CZAR ROMANOV, que foi morta no ano de 1918 e a ossada encontrada nos anos de 1991 e 2007;

    A SOS DIREITOS HUMANOS DENUNCIA O BRASIL PERANTE A OEA

    A SOS DIREITOS HUMANOS, como os familiares das vítimas da GUERRILHA DO ARAGUAIA, denunciou no ano de 2009, o governo brasileiro na Organização dos Estados Americanos – OEA, pelo DESAPARECIMENTO FORÇADO de 1000 pessoas do SÍTIO CALDEIRÃO.

    QUEM PODE ENCONTRAR A COVA COLETIVA

    A “URCA” e a “UFC” com seu RADAR DE PENETRAÇÃO NO SOLO (GPR) podem localizar a cova coletiva, e por que não a procuram? Serão os fósseis de peixes do “GEOPARK ARARIPE” mais importantes que os restos mortais das vítimas do SÍTIO CALDEIRÃO?

    A COMISSÃO DA VERDADE

    A SOS DIREITOS HUMANOS busca apoio técnico para encontrar a COVA COLETIVA, e pede que o internauta divulgue a notícia em seu blog/site, bem como a envie para seus representantes no Legislativo, solicitando um pronunciamento exigindo do Governo Federal a localização da COVA COLETIVA das vítimas do SÍTIO CALDEIRÃO.

    Paz e Solidariedade,

    Dr. Otoniel Ajala Dourado
    OAB/CE 9288 – 55 85 8613.1197
    Presidente da SOS – DIREITOS HUMANOS
    Editor-Chefe da Revista SOS DIREITOS HUMANOS
    Membro da CDAA da OAB/CE
    http://www.sosdireitoshumanos.org.br
    sosdireitoshumanos@ig.com.br
    http://twitter.com/REVISTASOSDH

    ResponderExcluir